Droga que vinha para o Vale do Piancó é apreendida-MS; seis pessoas foram presas, entre elas dois piancoenses45621

Além dos dois homens naturais do vale do Piancó, outros dois são paraibanos.

Os piancoenses, Humberto Tavares Ferreira Souza, 36 anos de idade e Ricardo Alves de Meira, de 37, foram presos pela PRF (Polícia Rodoviária Federal¬), na manhã desta quinta-feira (7), em Dourados, a 233 km de Campo Grande-MS, trazendo uma grande quantidade de maconha para o estado da Paraíba, em uma carreta. Além dos piancoenses também foram presos o dono da carga, Jusciano Fernandes de Freitas, 36, o motorista da carreta José Neudo Aureliano, 65 e “os batedores da carreta” Antonio Francisco da Cruz, 40 anos e Thiago Vinícios da Silva, 31. A ação da polícia, que culminou com a prisão dos suspeitos a apreensão da droga ocorreu na BR-463. Além dos dois homens naturais do vale do Piancó, outros dois são paraibanos.

Pacotes de maconha entre sacos de ração em carreta apreendida hoje em Dourados (Foto: Divulgação)

De acordo com informações da Polícia Rodoviária federal, a droga estava escondida num carregamento de ração transportando em uma carreta Mercedes Benz branca, com placa de Aparecida (PB).

A droga foi descoberta após os policiais rodoviários federais interceptarem a carreta na rodovia. Quando verificavam a documentação da Mercedes, se aproximou uma Saveiro preta com placa de Ponta Porã, também abordada pelos policiais.

A Saveiro era conduzida por Humberto Souza. Os policiais perceberam que ele tinha sotaque nordestino e desconfiaram pelo fato de a carreta ter placa da Paraíba. Durante a conversa, o motorista da carreta disse que tinha sido contratado pelo condutor da Saveiro preta.

Humberto confessou envolvimento com a carga e revelou a participação dos demais integrantes da quadrilha. Jusciano de Freitas, dono da carga, foi preso em uma picape Strada cinza em Caarapó e os outros dois batedores em um Gol encontrado em um posto de combustíveis na entrada de Dourados.

Todos foram levados há pouco com a maconha para a Delegacia da Polícia Federal em Dourados, onde a droga vai ser pesada. A estimativa é que passe de uma tonelada.

Carreta levava maconha escondida em carga de ração; destino era a Paraíba (Foto: Divulgação)


 

Fonte: Redação do Vale do Piancó Notícias