Três municípios do Vale do Piancó terão temperatura elevadíssimas nesta sexta; Alerta: dias muito quentes aumentam o risco de Infarto e AVC44906

Serra Grande e São José de Caiana serão os municípios da região onde a temperatura terá seus menores índices, com máxima de 35 graus para ambos os municípios.

Os municípios de Diamante, Itaporanga e Coremas serão os mais quentes da região do Vale do Piancó, nesta sexta-feira (27), com previsão na casa dos 37° para as três cidades, conforme dados do Clima Tempo. O vento no município de Diamante não passará dos 14km por hora, enquanto a umidade chegará na casa dos 93% no município. O topo de todos os dados ocorrerá entre 14 e 16 horas. Em Itaporanga a umidade também chegará na casa dos 93%, enquanto a velocidade do vento não passará dos 14km por hora.

Resultado de imagem para clima quente demais

Serra Grande e São José de Caiana serão os municípios da região onde a temperatura terá seus menores índices, com máxima de 35 graus para ambos os municípios.

Toda região continua com muita umidade.

Já o município de Conceição terá a temperatura máxima na casa dos 36°, com pique entre 14 e 16 horas. A umidade máxima no município ficará na casa dos 92% , enquanto a velocidade do tempo ficará em torno de 13km/h.

Informação importante

Alta da umidade coloca a saúde em riscos. 
Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), o nível ideal para o organismo humano gira em torno de 40% e 70%. Acima desses valores, o ar fica praticamente saturado de vapor d’água, o que interfere no mecanismo de controle da temperatura corporal exercido pela transpiração. No outro extremo, o clima úmido favorece o crescimento de fungos. Os micro-organismos são nocivos, ficam no ar e nas paredes. O desumidificador tem o papel de diminuir a umidade para acabar com esses problemas. A umidade em excesso provoca ou piora problemas alérgicos, asma, rinite e conjuntivite.

Dias muito quentes aumentam o risco de Infarto e AVC

Os dias de muito calor, típicos do verão, aumentam o risco de morte devido a doenças cardiovasculares, especialmente nas pessoas com mais de 50 anos de idade. As altas temperaturas do verão aumentam a espessura do sangue, fazendo subir a pressão e a frequência cardíaca, elevando assim o risco de sofrer um infarto ou de ter um derrame.

O risco aumenta quando as temperaturas passam de 32ºC, o que é comum no verão e além de ser mais grave para quem já sofre com colesterol alto e hipertensão arterial, o risco também se eleva para pessoas que apresentam pressão alta uma vez ou outra e por isso todos devem se proteger do calor e ter ainda mais atenção à sua pressão.

O que fazer para baixar a pressão
Além dos cuidados diários como beber bastante água, evitar bebidas alcoólicas e restringir o consumo de gorduras, se a pressão estiver acima de 140 x 90 mmHg deve-se tomar um copo de suco de laranja ou uma limonada com açúcar e esperar um pouco até que possa medir a pressão outra vez.

Se a pessoa já toma remédio para controlar a pressão deve tomar este remédio o quanto antes. Na maior parte das vezes o hipertenso que toma o remédio indicado pelo seu cardiologista consegue normalizar sua pressão antes de sofrer um infarto ou AVC, mas é bom seguir os conselhos do médico diariamente para não correr o risco.

Para diminuir os riscos para a saúde, o que se pode fazer para se precaver do calor excessivo é:

Beber bastante água ou outros líquidos não alcoólicos;
Usar roupas leves;
Evitar comidas pesadas e gordurosas dando preferências às saladas e as carnes magras e
Fazer exercício logo pela manhã, ficando longe do sol e
Evitar esforços físicos nas horas mais quentes do dia.

 

Fonte: Redação do Vale do Piancó Notícias