Casos suspeitos de dengue aumentam 73% em 2019, na Paraíba; mortes diminuem47608

Boletim de arboviroses da Secretaria de Saúde do estado também apontou cidades com maior número de notificações.

Casos de dengue aumentam em 2019, na Paraíba; óbitos diminuem — Foto: Pixabay/Divulgação

Os casos suspeitos de dengue na Paraíba aumentaram 73,08% em 2019, de acordo com o boletim das arboviroses divulgado nesta sexta-feira (17) pela Secretaria de Saúde da Paraíba. Já os casos de mortes pela doença reduziram 43%.

Foram registrados no estado 18.700 casos prováveis de dengue em 2019, enquanto que, em 2018, foram registrados 10.804. Já de chikungunya, foram notificados 1.497 de casos, um aumento de 50,75% em relação ao ano anterior que registrou 993. A zika teve um aumento de 10,75%, registrando em 2019 um total de 443 casos, 43 a mais que 2018.

As cidades com o maior número de notificações das doenças foram Lucena, João Pessoa, Caaporã, Esperança, Areia, Alagoa Nova, Princesa Isabel, São José de Princesa e Juru. Entretanto, o município com maior incidência para arboviroses é Teixeira, no Sertão da Paraíba.

Foram confirmadas 57 mortes suspeitas de arboviroses em 2019, sendo nove confirmadas para dengue. Bayeux, Santa Rita, Solânea, Araruna, Cachoeira dos Índios, Soledade e Conde registraram um caso cada, e João Pessoa, dois. Três mortes por zika foram confirmadas na capital paraibana e outra em Junco do Seridó; e uma por chikungunya, no município de Fagundes.

Já em 2018, foram confirmados 16 casos de mortes por dengue, três por zika e três por chikungunya. A redução foi de 43% para mortes por dengue, e 33% para mortes por chikungunya.

Fonte: Redação do Vale do Piancó Notícias com G1