Bancos serão multados se não evitarem aglomerações49203

Procon sugere que agências organizem um calendário de pagamento para evitar aglomerações, seja por idade ou inicial do nome do cliente

Bancos poderão ser multados caso não consigam evitar aglomerações de clientes nos dias de pagamentos de salários.

O secretário do Procon de João Pessoa, Helton Renê, diz que o decreto estadual para o período de prevenção à disseminação do novo coronavírus é claro em relação à proibição. Ele sugere que as agências organizem um calendário de pagamento para evitar aglomerações, seja por idade ou inicial do nome do cliente.

“Os bancos tiveram tempo e condições suficientes para preparar um plano. Não serão admitidas aglomerações de pessoas. O banco que não não conseguir cumprir o decreto do governo sofrerá penalidades administrativas, como autuação e multa”, informou.

Em nota, o Sindicato dos Bancários pediu as pessoas não se apressem em ir aos bancos. O presidente da entidade, Lindonjhonson Almeida, lembra que, além do risco de contágio com as aglomerações, muitas agências não terão o tradicional atendimento ‘Posso ajudar?’.

Em todo o país cerca de 200 mil bancários já estão trabalhando em casa e a Federação Nacional dos Bancos (Fenaban) prevê que esse número vai aumentar.

“O momento é de ter consciência para evitar a proliferação rápida do coronavírus”, divulgou o Sindicato dos Bancários da Paraíba.

Segurança reforçada

A Polícia Militar divulgou que vai atuar com um reforço específico para garantir a segurança perto das agências bancárias, a partir desta quarta-feira (25), durante o pagamento dos aposentados e pensionistas do INSS. A PM vai aumentar as rondas perto desses locais, com policiais fazendo ‘pontos-base’, e até mesmo ocupando paradas de ônibus que ficam perto dessas localidades. O planejamento operacional leva em conta um mapeamento feito sobre as rotas onde ficam as agências que têm maior fluxo de pessoas, pela quantidade de aposentados e pensionistas.

A demanda policial aumentou nos últimos dias para a verificação de denúncias sobre aglomerações de pessoas. Um estudo do Centro Integrado de Operações Policiais (CIOP) da 1ª Região Integrada de Segurança Pública, que atende a Grande João Pessoa, mostra que houve um aumento de 90,8% das chamadas pelo 190, quando comparado com a média da semana passada, anterior ao decreto que trata do isolamento social.

Fonte: Portal Correio