Política

11/07/2018 - 08:35:54

Veneziano revela que crise com Frei Anastácio já foi superada: “Eu sou cristão e aprendi a perdoar, não odiar”

O pré-candidato ao Senado, Deputado Federal Veneziano Vital do Rêgo (PSB), prestou entrevista na tarde desta segunda-feira (09)

Autor: Redação do Portal

O pré-candidato ao Senado, Deputado Federal Veneziano Vital do Rêgo (PSB), prestou entrevista na tarde desta segunda-feira (09), ao Programa Radar Líder Notícias na Cidade de Sousa, instante que falou sobre suas propostas ao Povo sousense do seu projeto político.

Durante a conversa, Veneziano foi interrogado a respeito da relação política com o Deputado Estadual, Frei Anastácio (PT) depois que surgiu a possibilidade de figurar na chapa majoritária de João Azevedo como senadora o nome da Deputada Estadual, Daniella Ribeiro (PP), considerada também da ala “golpista”.

Lembrando o caso do Deputado Frei Anastácio que não permitiu a presença de Veneziano em um Evento Petista no Município de Aparecida, o Deputado Veneziano revelou que ainda não teve depois disto com Anastácio nenhum outro contato.

- Eu não guardo rancor. Cristão como eu sou, aprendi não guardar. Tem alguns outros cristãos que se move muito com ódio, com ressentimento. Eu sou cristão e prendi a perdoar, não odiar. Então, eu não odeio ninguém, não tem ressentimento com quem quer que seja. Levo em valor aquilo que a palavra de Deus assim sugere ao bom, e ao verdadeiro cristão, disse.

Com relação ao entrevero que aconteceu no Município de Aparecida, Veneziano disse que “essas especulações que houveram elas já foram superadas. Esse disse-me-disse de que o PT não aceitaria, há muito não existe isso. São depoimentos que vão desde a presidência nacional. Gleisi Hoffmann concedia entrevista na Capital, e dizia com todas as letras que não tinha nenhum tipo de restrição ao nome de Veneziano ao Senado”, completou.

O Deputado Veneziano comentou ainda que caso seu nome fosse vetado para compor a chapa do PSB para o senado, ao tempo que lembrou que o PSB votou majoritariamente a nível nacional para investigar a Presidente Dilma.

- Se eu tivesse votado assim pela investigação, e em relação ao presidente Temer, eu não tivesse feito o que eu fiz, votado para que ele também fosse investigado, ai tudo bem. Seria uma inocorrência de minha parte, completou dizendo que já manteve contato com a presidente Gilcélia Figueiredo, com o ex-presidente estadual do PT, Charliton Machado, com o atual presidente Jackson sobre o assunto.

- Não há mais qualquer dificuldade, discussão em torno dá não relação amistosa, participativa do PSB e do PT no tocante a nossa presença. Isso é fato consumado. Qualquer outra opinião ela se dá muito mais nuclearmente, pontualmente, individualmente, e de forma plena, e majoritariamente menor do que o sentimento que é o envolvimento entre PT e PSB, finalizou. 

Fonte: Redação do Portal Vale do Piancó Notícias