Conceição-PB

14/02/2018 - 07:22:16

Totinha, a eterna rainha do 'Mamãe Louca' se torna Rainha do Carnaval de Conceição em 2018

No desfile de encerramento do carnaval toda a atenção foi voltada para a rainha e seus súditos, o próprio povo, que desciam rua a cima, rua a baixo, nesta edição do carnaval de 2018, ‘abriu alas para a rainha passar’

Autor: Redação do Portal

A homenagem não poderia ser mais justa. Depois de dezenas de carnavais sendo uma rainha no anonimato, esquecida pelas massas e vivendo um mundo só dela e de sua turma do bloco ‘Mamãe Loka’, uma agremiação pobre, que sempre saiu nos carnavais sem a preocupação do luxo, bebia cachaça com refrigerantes diversas, fossem eles de cola, laranja ou guaraná, a irreverente Expedita Roseno da Silva, carinhosamente chamada de Totinha’, foi enfim homenageada, na edição deste ano de 2018. O importante sempre foi a alegria, o samba no pé, a farra para o bloco mais tradicional de Conceição.

O ‘Mamãe Louca’ é o bloco mais tradicional da cidade de Conceição. O bloco é formado somente por pessoas simples, uma espécie de ‘sobra’. Entretanto, para eles que usam como bebida, na sua grande maioria, a pinga mesmo, a cachaça e o limão, levam para a avenida a verdadeira simbologia do carnaval, entregando-se à magia, ao enredo, à alegria de pular, de sorrir, de sambar, sem compromisso de ser o melhor ou o pior bloco. O que importa é que o carnaval chegou.

No desfile de encerramento do carnaval toda a atenção foi voltada para a rainha e seus súditos, o próprio povo, que desciam rua a cima, rua a baixo, nesta edição do carnaval de 2018, ‘abriu alas para a rainha passar’. E lá foi ela, no seu estilo contagiante, com um sorriso estampado na face, com um brilho de felicidade no olhar e um pensamento: brincar. Totinha, ‘enfim rainha, de fato e de direito’.

Ao lado de Baúna como “Rei e rainha do carnaval”, Totinha animou, durante várias décadas, o carnaval da cidade. A carnavalesca teve seu primeiro bloco formado com nome de “Morenos”, em alusão à própria cor, da qual todos tinham orgulho de serem. Tempos depois o bloco passou a se chamar “Mamãe Louca”. Esse bloco rompeu a barreira do tempo e se fez presente em todas as edições do carnaval do município.

‘Seu Rei’ de muitos carnavais, Severino Saturnino da Silva, mais conhecido como Baúna, uma das figuras mais folclóricas dos Carnavais da cidade de Conceição, no dia 18 de junho do ano de 2013, deixando-lhe um reinado bem coroado de gente ordeira, gente humilde, gente boa. Um reinado sem bens materiais, sem ouro, sem prata, mas com muita alegria e felicidade, sobretudo nos carnavais.


 

Fonte: Por Gilberto Angelo