Paraiba

19/04/2019 - 13:28:37

Sexta-feira da Paixão: sem Missa, Igreja recorda morte de Jesus

Semana se iniciou no último domingo (12), chamado 'Domingo de Ramos', e termina com a ressurreição neste domingo (21), de Páscoa

Autor: Redação do portal

A Semana Santa é uma tradição religiosa católica que celebra o Mistério Pascal, em que a Paixão, a Morte e a Ressurreição de Jesus Cristo são relembradas e refletidas pelos cristãos. A semana se iniciou no último domingo (12), chamado ‘Domingo de Ramos’, e termina com a ressurreição neste domingo (21) de Páscoa.

Sexta

Para ajudar a entender melhor o que cada dia da Semana Santa representa para a Igreja Católica, o Portal Correio explica a importância desses dias e o que é celebrado durante o período. Entenda abaixo o que significa a Sexta-feira Santa.

Sexta-feira Santa
A Sexta-feira da Paixão é o dia que a Igreja recorda a morte de Jesus Cristo. É o único dia que não se celebra a Missa e não há consagração das hóstias. Os cristão mantém o “silêncio interior” aliado ao jejum e à abstinência de carne. Ao contrário do que muitos pensam, a Paixão, segundo os católicos, não deve ser vivida em clima de luto, mas de profundo respeito e meditação diante da morte do Senhor que, morrendo, foi vitorioso e trouxe a salvação a todos, ressurgindo para a vida eterna.

O ponto alto da Sexta-feira Santa é a celebração das 15h, horário em que Jesus foi morto. É a principal cerimônia do dia: a Paixão. Ela consta de três partes: liturgia da Palavra, adoração da cruz e comunhão eucarística, consagradas na Quinta Santa. Nas leituras, meditam a Paixão do Senhor, narrada pelo evangelista São João (cap. 18).

À noite, as paróquias fazem encenações da Paixão de Jesus Cristo com o sermão da descida da Cruz; em seguida, há a Procissão do Enterro, levando o esquife com a imagem do Senhor morto. Algumas Igrejas relembram também as sete dores de Maria e encenam a descida da Cruz. 

Fonte: Por Isis Vilarim