Policial

10/08/2019 - 06:55:12

Polícia Civil age rápido e recupera moto de professora tomada de assalto em Cajazeiras

Depois que tomou conhecimento do assalto, o delegado da Delegacia Seccional de Cajazeiras, Glauber Fontes, mobilizou os agentes de investigações, que conseguiram localizar o veículo e prender os dois suspeitos de terem praticado o assalto.

Autor: Redação do portal

A Polícia Civil, através do Grupo Tático Especial-GTE e dos Agentes da Delegacia de Furtos e Roubos, agiu rápido e conseguiu recuperar uma moto Honda Bros, que havia sido tomada de assalto, por volta das 10h, desta sexta-feira (9), no centro da cidade de Cajazeiras. A moto pertence a uma professora cearense, que reside em Cajazeiras.

De acordo com informações do delegado seccional, Glauber Fontes, logo após tomar conhecimento do assalto, agentes da Delegacia de Furtos e Roubos e conjunto com o GTE saíram em diligências e conseguiram prender Jeferson Pereira da Silva, vulgo ‘Kelvin’ e José Iranildo Oliveira Soares, vulgo ‘Dé Baiano’. Com eles, no sítio Riacho da Arara. Com a dupla os policiais recuperaram a moto.

Delegado Glauber Fontes

Os dois acusados foram levados, juntamente com a moto, para a Delegacia de Cajazeiras, onde foram autuados em flagrantes pela delegada plantonista. Já a moto foi entregue à sua proprietária.

O assalto

Com uma arma em punho, dois meliantes tomaram de assalto uma moto Bros preta, placa QFC 4069, de uma, por volta das 10h, da manhã desta sexta-feira (19), no centro da cidade de Cajazeiras. A professora é natural de Mauriti-CE, mas mora em Cajazeiras, onde é professora.

De acordo com informações da própria professora, ela saiu do colégio, onde leciona e ao passar pela avenida Francisco Matias Rolin, teve que reduzir a velocidade da moto em função de existência de uns buracos, momento em que os dois elementos se aproximaram e apontando uma arma para ela, anunciaram o assalto. “Quando reduzi a velocidade eles se aproximaram e apontaram uma arma para mim, gritando: ‘desce, desce, perdeu, perdeu’. Nem me deixaram pegar a chave da minha casa que estava no chaveiro da moto. Eles montaram na moto e fugiram”, explicou a professora.

Assustada, a professora deve ir à Delegacia de Polícia Civil de cajazeiras, onde será confeccionada a queixa do crime. Segundo o delegado, Glauber Fontes, tão logo o registro seja feito pela vítima, a Polícia Civil vai começar a investigar o caso.
 

Fonte: Redação do portal Vale do Piancó Notícias