Vale do Piancó

13/08/2019 - 19:50:34

Júri dos acusados de assassinar empresário Cláudio Arruda será realizado nesta quinta-feira em JP

Segundo um dos acusados e autor dos disparos Igor de Mesquita Dalia, o mandante do crime foi Moisés Machado Cordeiro, conhecido popularmente como Moisés Bicicleta, que planejou eliminar Claudio Arruda para não pagar uma dívida que tinha com ele.

Autor: Redação do portal

Será realizado às 9h da manhã desta quinta-feira (15), no 2º Tribunal do Júri em João Pessoa, o julgamento dos acusados de assassinar o empresário e corretor de imóveis Cláudio Cavalcanti de Arruda.

Relembre o caso: O crime aconteceu em 25 de janeiro de 2016 por por volta das 13hs no bairro do Rangel em João Pessoa e chocou a população da Paraíba. Moisés Machado Cordeiro, Igor de Mesquita Dalia, Jailton Gomes dos Santos e Djalma Martins do Nascimento são acusados de planejar e matar por motivo fútil Claudio Arruda. Apenas dois deles, Igor de Mesquita Dalia e Moisés Machado Cordeiro estão aguardando o julgamento.

Segundo um dos acusados e autor dos disparos Igor de Mesquita Dalia, o mandante do crime foi Moisés Machado Cordeiro, conhecido popularmente como Moisés Bicicleta, que planejou eliminar Claudio Arruda para não pagar uma dívida que tinha com ele. Sendo assim, matando Claudio covardemente, estaria livre de cumprir com a sua obrigação com a vítima, segundo as investigações.

Ainda de acordo com as investigações, Moisés articulou tudo friamente antes do crime, atraindo Claudio Arruda até o seu estabelecimento que foi recebido com sete disparos de arma de fogo sem lhe dar chances de defesa.

Ainda segundo a polícia, o suspeito de atirar contra o empresário confessou o crime e disse que foi contratado pelo dono da loja de bicicletas para praticar o crime. Apesar disso, o susposto mentor do crime nega a acusação. Além deles, outros dois homens foram detidos por serem suspeitos de guardarem a arma de do crime.

O empresário, que trabalhava como corretor de imóveis e também realizava empréstimos, foi morto na dentro de uma oficina de bicicletas no bairro do Rangel. De acordo com a Polícia Militar, dois homens em uma motocicleta chegaram ao estabelecimento, um deles, armado, mandou que as pessoas se afastassem e atirou várias vezes contra a vítima. Segundo a Polícia Civil, sete tiros atingiram o corretor no tórax, que morreu no local.

A Família de Claudio Cavalcanti de Arruda clama por justiça.

 

Fonte: Redação do portal Vale do Piancó Notícias