Itaporanga-PB

22/03/2019 - 14:33:16

Escola Técnica de Itaporanga promove palestra com participação do advogado Neto Ferreira

Um debate como este abre portas para ampliarmos seus conhecimentos sobre o assunto, a ter mais consciência sobre o tema.

Autor: Redação do portal

O conceituado advogado Neto Ferreira ministrou palestra na Escola Estadual Cidadã Integral Técnica Monsenhor José Sinfrônio de Assis Filho, localizada em Itaporanga, para alunos do primeiro ao terceiro ano do ensino técnico. A palestra abordou sobre assuntos como direito e igualdade social em relação ao homem e a mulher, Lei Maria da Penha, ativismo femininista e desconstrução da violência, direitos do consumidor, etc.

São situações cada vez mais comuns na sociedade e cujo objetivo do projeto em questão, segundo o advogado que também é professor do quadro do Estado, é promover a informação e o diálogo sobre as várias formas de violência contra a mulher no ambiente escolar, bem como sensibilizar os gestores escolares, professores, tornando-os multiplicadores desses conhecimentos.

“A gente precisa informar a essa meninada que a violência não é só física. Então, eles precisam saber identificar os tipos de violência, saber como agir, que órgãos procurar diante de casos de violência. Trata-se de um grande projeto de conscientização dos nossos estudantes, sobre essa temática tão séria na nossa sociedade”, comentou Neto Ferreira em contato com o blog.

“Trabalhar esse tema nessa fase, em que eles já conseguem ter um direcionamento melhor em suas vidas, ajuda a formar uma consciência maior sobre o que é a violência contra a mulher e o mal que ela traz para a sociedade. Queremos ajudar a formar mulheres mais corajosas e conscientes de seus direitos, assim como formar cidadãos melhores, futuramente, maridos e pais melhores, capazes de respeitar a mulher”, acrescentou o advogado.

A escola está de parabéns pela iniciativa pois, para os estudantes, os debates trazem oportunidade de ampliar a visão sobre a temática e sobre as formas de prevenção. Um debate como este abre portas para ampliarmos seus conhecimentos sobre o assunto, a ter mais consciência sobre o tema. E quando você conhece, você se encoraja a falar, a denunciar quando observa situações de violência. 

Fonte: RPS