Saúde

04/06/2019 - 01:22:52

Cuidados simples podem ajudar a evitar a obesidade infantil, alerta Sesa

A Organização Mundial da Saúde (OMS) alerta para a obesidade como um dos maiores problemas de saúde pública no mundo

Autor: Da Redação

 O Dia da Conscientização contra a Obesidade Infantil é celebrado nesta segunda-feira (3). A data tem como objetivo conscientizar sobre os cuidados necessários para combater a obesidade em crianças. A Secretaria de Estado da Saúde (Sesa) chama atenção para cuidados simples que podem ajudar a evitar a obesidade na infância.

Segundo a pediatra Edna Vaccari, coordenadora da Área Técnica de Saúde da Criança da Sesa, a obesidade infantil atualmente está relacionada ao estilo de vida. “Sabemos que a obesidade é cada vez mais frequente devido ao estilo de vida moderno, onde temos facilidade para a aquisição de alimentos aliada a vida sedentária”, explicou.

Folha Vitória

A Organização Mundial da Saúde (OMS) alerta para a obesidade como um dos maiores problemas de saúde pública no mundo. A projeção, segundo a OMS, é que em 2025, o número de crianças com sobrepeso e obesidade no mundo poderia chegar a 75 milhões.

No Espírito Santo, de acordo com dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), de cada 10 crianças com idade até 12 anos, cerca de 35% são obesas. Segundo levantamentos do Ministério da Saúde, uma em cada três crianças com até 10 anos, está acima do peso recomendado.

“É preciso se conscientizar de que o excesso de peso é uma questão séria. Que podem causar doenças para as crianças e para sua vida adulta. Junto ao sedentarismo, por exemplo, pode acarretar em uma condição chamada síndrome metabólica. O grande problema da síndrome é ser causadora de doenças cardiovasculares na fase adulta, como infarto e o derrame cerebral”, alertou Edna Vaccari.


Existem cuidados simples que podem ajudar a evitar a obesidade: “A melhor forma de tratamento é a prevenção por meio de hábitos de vida saudável para toda a família, principalmente no que se refere à alimentação e da atividade física”, indicou Edna.

Neste mesmo sentido, a nutricionista do Programa de Cuidados de Pessoa com Sobrepeso e Obesidade, Raiany Boldrini, afirma também que o importante é ter o envolvimento da família na mudança de hábitos, além do acompanhamento multiprofissional.

Segundo Raiany, as dicas essenciais são: incentivar as brincadeiras ao ar livre, com práticas de atividades e brincadeiras dinâmicas e, incentivar também, a participação da criança no momento de preparo do alimento. “As crianças precisam pegar gosto e amor pelos alimentos. É importante levá-las para conhecer hortas e as feiras. Montar pratos coloridos e divertidos”, disse.

Fonte: Folha Vitória