Brasil

19/03/2019 - 06:14:17

Casados há mais de 7 décadas, idoso de 104 anos e mulher de 94 têm 5 filhos, 18 netos e 24 bisnetos: 'Feliz de ver a casa cheia'

Casal mora em povoado de Vitória da Conquista, na região sudoeste da Bahia.

Autor: Redação do portal

Dois idosos que moram no município de Vitória da Conquista, na região sudoeste da Bahia, estão casados há mais de sete décadas. Eles têm cinco filhos, 18 netos e 24 bisnetos.

Casados há mais de 7 décadas na BA, idoso de 104 anos e mulher de 74 têm 5 filhos, 18 netos e 24 bisnetos:  — Foto: Reprodução/TV Sudoeste

Clóvis Pereira, de 104 anos, e dona Maria Pereira, de 94 anos, foram um dos primeiros moradores que chegaram ao povoado de Estiva, onde residem desde a década de 60.

"Era pouco morador aqui. Não existia quase morador. Eu gostei daqui e quando eu vim, só era eu e a mulher", lembra o idoso.
Na parede de casa, os quadros reforçam o que é fácil de perceber: a família é o bem maior e a alegria do casal.

"Fico muito feliz de ver a casa cheia de neto e bisneto", destaca Maria. 

Os dois lavradores são retrato fiel do povo sertanejo: família grande, orgulho da roça e muita vitalidade. Uma vez por semana, o casal recebe todos os filhos, netos e bisnetos em casa. "Para mim, é uma honra, um privilégio, ter meu pai com 104 anos, minha mãe com 94. Agradeço a Deus todos os dias", afirma a filha Noemia Pereira.

Idoso de 104 anos e mulher de 74 têm 5 filhos, 18 netos e 24 bisnetos — Foto: Reprodução/TV Sudoeste

"É um orgulho muito grande de ver meus avós nessa idade e a gente poder acompanhar eles. A gente vem aqui na casa, vê a alegria deles nos receber. É um orgulho tê-los conosco ainda", afirma a neta Livia Carvalho.

O casal também é admirado pela vizinhança. "Se hoje eu estou morando aqui, nessa terra, foi por causa dele, que doou um pedaço de terra para mim. Em nome do senhor Jesus Cristo, estou aqui até hoje", relata o vizinho Josué dos Santos.

Ativo, seu Clóvis acorda sempre cedo e, como de praxe, vai direto colocar a lenha no fogão. Dona Maria vem logo em seguida colocar a água no fogo água para fazer o café. Depois, o idoso deixa a mulher em casa e vai cuidar do que mais gosta: a plantação. Pega a enxada, capina e molha as plantas.

Diz que são hábitos que o fazem lembrar do passado, da época em que a plantação era farta e maior do que a de hoje. "Tinha feijão, milho, esse mundo todo aqui era roça minha", diz.

Clóvis diz que o segredo para viver muito está em Deus e em uma comida que ele adora. "O segredo é Deus, que dá a sorte a gente. E tem que comer mocotó, que dá sustância e prolonga a vida da pessoa".

Clóvis diz que uma das coisas que mais gosta de fazer é cuidar da plantação de casa — Foto: Reprodução/TV Sudoeste

Fonte: Redação do portal Vale do Piancó Notícias com G1