Policial

16/06/2019 - 01:38:01

13 tiros atingiram Rafael Miguel e os pais, aponta laudo

Segundo documento obtido pela TV Globo, arma usada foi uma pistola

Autor: Da Redação

 O ator Rafael Miguel e seus pais foram mortos após o disparo de 13 tiros, de acordo com laudo necroscópico obtido pela TV Globo.

A investigação do crime aponta que o comerciante Paulo Cupertino Matias foi o autor dos disparos, por não aceitar que a filha, Isabela Tibcherani, namorasse Rafael. Paulo continua foragido.

O laudo revela que a arma usada foi uma pistola e que a maioria dos tiros foi direcionada ao jovem ator (sete). A mãe dele foi alvo de dois tiros e o pai, de quatro.

A polícia sabe que o pai de Isabela usou ao menos dois carros para fugir, um vermelho e outro, escuro. O vermelho foi encontrado, apreendido e, segundo perícia, teve sua placa clonada.

O crime
Rafael e seus pais foram assassinados, no domingo, 9 de junho, no bairro da Pedreira, zona sul da capital paulista. O jovem tinha apenas 22 anos, seu pai João Alcisio Miguel, 52 anos, e sua mãe Miriam Selma Miguel, 50.

O crime aconteceu na residência de Isabela, de 18 anos. Os três foram recebidos pela jovem e pela mãe dela. Enquanto conversavam, o pai da menina chegou em casa armado e atirou nas três vítimas, que morreram no local. O caso foi registrado como homicídio consumado no 98º DP.

Segundo a polícia, Rafael e seus pais foram à casa de Isabela para conversar sobre o relacionamento entre os jovens. O pai teria cometido o crime por ciúmes da própria filha.

Rafael ficou conhecido nacionalmente ao participar de um comercial no qual pedia brócolis à mãe em um mercado. Depois, também fez fama ao interpretar Paçoca, em um remake de Chiquititas, no SBT. Na TV Globo, atuou em “Pé na Jaca”, como o Percival, em 2007.

Fonte: catraca livre