Mundo

17/10/2017 - 03:07:24

'Dormi menino e acordei menina': o dramático relato de britânico intersexual criado sob gênero errado

Equívocos médicos levaram Joe Holliday a ser tratado como Joella durante anos; 'me sentia em um buraco negro e não entendia por que', conta ele.

Autor: Redação do Portal

Quando o britânico Joe Holliday nasceu, em 1988, os médicos não tinham clareza quanto a se ele era um menino ou uma menina. Ainda no útero, seus órgãos genitais não se desenvolveram plenamente, e ele tinha um grande buraco em seu abdômen. 

Joe Holliday

Holliday, hoje com 29 anos, foi inicialmente descrito como menino em sua certidão de nascimento. Mas ele conta que um especialista do Great Ormond Street Hospital - centro de referência de saúde infantil em Londres - foi quem sugeriu a sua mãe que passasse a criá-lo como uma menina, alegando que cirurgicamente seria mais fácil e por causa da ausência de genitais masculinos.

Por isso, em seu primeiro aniversário, ele passou de Joe a Joella, do dia para a noite. Seguindo os conselhos médicos, sua mãe trocou suas roupas de azul para cor-de-rosa.

Ele literalmente foi dormir certo dia sendo tratado como um menino e acordou sendo tratado como uma menina.

Uma década depois, em 1998, ele foi retratado, aos 10 anos, em um documentário da BBC que acompanhava a batalha legal de sua família para mudar a certidão de nascimento de menino para menina.

Mas foi o início de um período de grande sofrimento para Holliday. Como Joella, ele sofreu de depressão e ansiedade, se automutilou e chegou a tentar suicídio.

"Durante alguns anos, me sentia em um buraco negro e não sabia por que", conta hoje Holliday à BBC.

 

Fonte: Terra